Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Mas será que isto anda tudo bêbado?

Há duas semanas um Táxi Killer acelerou por cima de quatro meninas que atravessavam uma passadeira apenas fazendo um pit stop duas horas mais tarde numa esquadra da polícia onde ainda acusava uns míseros 0,8 mg/L. Hoje quinze dias depois, talvez já com o álcool de volta ao valor habitual de 2,5 mg/L, já está de volta às corridas para juntar uns trocos para pagar a multa de 500 euros (ou talvez não, sim que a amnistia não há-de ser só para ajudar os chinesinhos das montanhas!!!) ou então um ampara choques novo que o outro talvez tenha ficado com alguma unha encravada quando nomeadamente para dar de frosques depois de fazer carambola fez marcha atrás passando por cima de uma das pirralhas.

 

Será que não devia ser tal como para os camionistas proposto um controlador de tempo de repouso e feitas análises regulares aos senhores? E não digo apenas ao bafo mas fundamentalmente psicológicas. Quem passa muito sobre o alcatrão sabe bem quem lá muito se passa!

 

O que me ainda mais me impressiona nesta história além do aparato dos detalhes e do grunho que devia ser atropelado a punho é este cavalheiro não ter ficado com a carta apreendida (que provavelmente até nem tinha...) e que no fim seja talvez só o jornal Global (quem?!) a fazer isto valer uma nota menor de rodapé num canto interior quando foi notícia de gala até em todos os jornais desportivos, que notícias querem-se é escritas com sangue quente. Questiono-me também o que seja a imprensa? Creio que devia ser em nome do povo um motor de defesa da justiça e da memória, mas temo que seja realmente apenas a memória justa de um povo.

K!KE às 00:36
| comentar

Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

henrique.BB

Fazer amigo

. 19 seguidores

amores despertos

blogs SAPO