Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Na visibilidade de um gesto a transparência de um ser

Suspiras. Na visibilidade de um gesto a transparência de um ser. Inspiro-me. Plenos planos despontam ao despertar o sorriso das tuas manhãs. Sentado sentindo a sensação de estar sentado. Inspiro. Ofereço-me um presente: viver aqui e agora. Já não procuro na noite a expressão de um dia, numa existência a experiência de testar o existir futuro. Revelo-me hoje: sou o que pareço e estremeço quando aconteço. Ser é sê-lo. Aqui e agora.

K!KE às 17:17
| comentar
1 comentário:
De Sofia Tavares Carreiro Pereira a 26 de Abril de 2009 às 17:42
Muito bom o texto.

Comentar

Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

henrique.BB

Fazer amigo

. 19 seguidores

amores despertos

blogs SAPO